quarta-feira, 6 de maio de 2020

A trajetória de Dr. Slump nos mangás

Shonen Jump 8 de 1980, primeira vez de Dr. Slump na capa

Com a proximidade da conclusão da publicação de Dr. Slump no Brasil pela Panini, é um bom momento para conhecermos todas as publicações japonesas da obra. Sim, várias, afinal, todo grande sucesso conta com inúmeros relançamentos e formatos.

Shonen Jump

Shonen Jump 5/6 de 80', consegue achar o Toriyama na capa?

O primeiro capítulo de Dr. Slump se deu numa edição especial dupla (5/6) da revista semanal Shonen Jump, no dia 4 de fevereiro de 1980. Essa edição trazia na capa o rosto de vários autores já conhecidos, inclusive o ainda iniciante Akira Toriyama, autor de Dr. Slump. Até sua conclusão, na Shonen Jump 39 de 10 de setembro de 1984, a obra se estendeu por 236 capítulos e foi um dos grandes destaques da revista no período em que foi publicada.

Tankobon


Compilação dos 236 capítulos de Dr. Slump em 18 volumes, publicado de 9 de agosto de 1980 a 10 de maio de 1985. É o formato mais comum de mangás no Japão, possui cerca de 200 páginas e geralmente é uma publicação simples, com papel razoavelmente barato, e páginas que originalmente  eram coloridas da versão Shonen Jump se tornam preto e branco, para baratear o produto. No Brasil, tanto as publicações da Conrad quanto da Panini foram baseadas nessa versão, sendo a da Panini mais fiel ao formato original.

Aizoban


Publicado em 9 volumes, de maio de 1990 a janeiro de 1991, é uma versão de colecionador, com o dobro de páginas, maior qualidade e, claro, mais cara.

Bunkoban


Também em 9 volumes, publicados de 18 de julho de 1995 a 18 de abril de 1996, é um formato normalmente lançado muitos anos após a publicação original, como resgate de uma obra clássica. Costuma ter o tamanho de um livro de bolso e por vezes recebe retoques do autor ou até novas capas. Também é um formato de colecionador, com maior capricho.

Kanzenban


Publicado em 15 volumes, de 4 de outubro de 2006 a 2 de novembro de 2007, é um formato de luxo e definitivo, com a maior qualidade possível e a única compilação com as páginas originalmente coloridas publicadas na revista Shonen Jump. Todas as capas são novas ilustrações feitas especialmente para essa versão, desenhadas por Akira Toriyama. Consequentemente, é também a versão mais cara.

Para além da obra original

V Jump

O retorno de Dr. Slump nas páginas da V Jump

V Jump é uma revista mensal que conta com guias de games e mangás de autores consagrados. Foi na edição de 21 de fevereiro de 1993 que estreou "Chotto Dake Kaettekita Dr. Slump" (O Breve Retorno de Dr. Slump). Mas dessa vez escrito por Takao Koyama e desenhado por Katsuyoshi Nakatsuru, com supervisão de Akira Toriyama. A serialização durou até setembro de 1996, com 40 capítulos totalmente coloridos.

O Breve Retorno de Dr. Slump


Compilação dos 40 capítulos publicados na V Jump, em 4 volumes, publicado de 24 de julho de 1994 a 24 de setembro de 1996. Todos os capítulos foram mantidos coloridos nesta compilação.

Dr. Mashirito e Abale


Para promover o lançamento do box DVD do anime Dr. Slump e Arale, Toriyama produziu um capítulo one-shot para a revista mensal Shonen Jump de abril de 2007, intitulado "Dr. Mashirito e Abale".

E esses são todos os formatos já lançados do mangá Dr. Slump no Japão. Uma das obras mais famosas e premiadas do Japão na década de 80, tendo vendido mais de 35 milhões de cópias. Houveram também adaptações do anime em mangá, mas essas publicações ficam para outra ocasião. No Brasil, estamos imensamente felizes pela Panini estar finalmente concluindo os tankobon da obra original, mas seria altamente interessante termos também os kanzenban e a série do retorno de Dr. Slump. Nos resta torcer e mostrar interesse à Panini, afinal, pedir não custa nada, né...

3 comentários:

  1. Muito bom, interessante, Estou aguardando o vol.18 da panini, para completar

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Olá amigo, o anime que legendou aqui. É o Dr. Slump: Arale-chan que possui 243 episódios no total?

    ResponderExcluir